terça-feira, 15 de setembro de 2009


Acabei de ler Princesa Para Sempre. O Último Volume de O Diário da Princesa.

A Meg conseguiu destruir meu amor por um dos personagens. E isso foi ótimo, porque se ela nao fizesse isso, eu iria odiar o final triste dele.

Mas continuo não gostando de Lilly Moscovitz. Embora ela venha se redimindo nesse volume.

E Michael Moscovitz é o cara mais perfeito que existe. Se ele existisse, é claro.
Ele é tão perfeito que chega a ser frustrante. É horrivel saber que não existe um garoto que nem ele =(

Tina Hakim-Baba é uma menina extremamente fofa também. Éla é uma BFF (eca!) beeem melhor que a Lilly.

Eu aaamo a Grandmère. Apesar dela ser uma doida varrida e dar muuita vontade de tacar alguma coisa nela, não tem como nao rir com as coisas absurdas que ela faz. =)

Como sempre, vai ficar um enorme vazio dentro de mim com o fim dessa série fantástica. Derramei muitas lágrimas, ri alto muitas vezes, fiquei com raiva, tive pena... Senti tudo o que eu podia. Por isso que eu amei demais acompanhar 4 anos da vida da princesa mais atrapadalhada do mundo.
Obrigada, Meg, me diverti muito! =D


____


Minha vontade de assistir A Princesinha cresce cada vez que eu leio um livro da série. Nunca mais passou na tv. Talvez eu baixe o livro, já que nao encontro em canto algum pra comprar..

"O que quer que aconteça", disse ela, "não pode mudar uma coisa. Se sou uma princesa em trapos e andrajos, posso ser uma princesa por dentro. Seria fácil ser princesa se eu estivesse vestida com tecido de fios de ouro, mas é um triunfo muito maior ser princesa o tempo todo, sem ninguém saber."
Quando as coisas estão horríveis - simplesmente horríveis - concentro-me com toda força na idéia de que sou uma princesa.
Digo a mim mesma:
"Sou uma princesa."
Vocês não imaginam como isso ajuda a superar os obstáculos da vida.

-Um dos "fingimentos" de Sara é de que ela é uma princesa - disse Jessie - Ela brinca disso o tempo todo, até na escola. Ela quer que Ermengarde também seja uma, mas Ermengarde diz que é muito gorda.
-Ela é muito gorda - disse Lavinia.
- E Sara é muito magra.
-Sara diz que não, isso não tem nada a ver com a sua aparência ou suas posses. Só tem a ver com o que você pensa, e o que você faz - explicou Jessie.

"O espírito e o ímpeto de qualquer criança seria totalmente diminuído pelas mudanças a que ela precisou ser submetida. Mas, quando digo alguma coisa, ela parece tão pouco submissa como se... como se fosse uma princesa."

"Ah, sim, vossa alteza real", ela disse. "Somos princesas, acredito. Pelo menos uma de nós é."
Sara sentiu o sangue subir para o rosto. Por pouco, conseguiu se segurar. Quando se é princesa, você não tem ataques histéricos.
"É verdade", ela respondeu. "Às vezes, eu de fato finjo ser princesa. Finjo ser princesa para tentar me comportar como se fosse."
A Princesinha
Frances Hodgson Burnett

____

Contos de fadas poderiam acontecer mais vezes por aí..
Kisu.

Um comentário:

Baba Vivi. disse...

que garota nunca se imaginou sendo uma princesa, não é?
lembro de mim assistindo O Diário da Princesa, e me vendo naquela Mia feiosa, sem graça, 4 olhos e cabelos cheios!
Eu era exatamente assim! xD
E tinha uma BFF (eca eca!) maluca que nem a Lilly!
Lembro que fiquei felizona quando me vi nela, e vi em mim a chance de me tornar uma princesa feito ela!

coisas idiotas que uma pré-adolescente pensa! xD
mas enfim..às vezes é bom mesmo se sentir como uma princesa! =D