quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Livros

Saí do computador há algumas horas porque queria ler.

Abri meu armário, dei uma olhada, peguei dois livros que nunca tinha lido. Embora não tivesse ido com a capa do livro, pensei que poderia estar errada.Não estavas. dois livros chatos. Um eu até li um pouco. Como era de crônicas, eu abria ele aleatóriamente. Algumas crônicas eu lia, outras nao passava da segunda linha. Folheei todas as crônicas desse livro e pulei para o próximo. Li a sinopse naquela abinha e joguei o livro pro canto, em cima do Alice No País Das Maravilhas. Puxei o Alice e fiquei olhando. "Ainda não é a hora de ler esse livro", então o coloquei de volta no lugar e apaguei o abajur incorformada.

Acabei de ler Brisingr, de Christopher Paolini. Falarei mais sobre esse livro mais tarde. Por enquanto só comento que ele me deixou com um imenso vazio por ter acabado e pela continuação estar tão longe. Por isso que estava necessitada de um livro que pudesse substituí-lo. É claro que esses dois livrinhos que eu falei no início nao conseguiram fazer isso.

Então comecei a encarar o teto e me lembrei da pergunta que meu amigo me fez. "Qual o melhor filme pra você". Não demorei muito pra responder A Viagem De Chihiro. Não me esforcei muito pra lembrar de todos os outros filmes que eu vi, nem teria paciência pra isso. Mesmo assim, Chihiro ganharia de qualquer outro filme, porque retrata tudo aquilo que eu sempre quis. Só consigo definir Chihiro assim. Se eu for explicar de mais, vou acabar me enrolando e confundindo você.

Então eu fiz a seguinte pergunta pra mim mesma: "Qual foi o melhor livro que eu já li?"

Eu demorei bem mais pra achar essa resposta.

Não fiz um resumo mental de todos os livros que eu já li. Não foram muitos, mas mesmo assim levaria tempo. Então escolhi os melhores que pude lembrar em 5 minutos.
. Brisingr, de Paolini, foi o primeiro que lembrei, porque foi o mais recente.
. A Luneta Âmbar, de Phil Pullman.
. A Princesa no Limite, de Meg Cabot. Não demorei pra escolher o melhor livro da Série O Diário Da Princesa.
. Eu Sou O Mensageiro, de Markus Zusak

Tendo selecionado esses 4 livros, comecei a peneirá-los.

Primeiro eu descartei Eu Sou O Mensageiro. Não por ser um livro ruim, longe disso. Mas grande parte da minha admiração por esse livro vem da forma que o autor escreve. Assim como em A Menina Que Roubava Livros, Markus Zusak realmente me assombra. Seria mais justo eu nomeá-lo como Melhor Escritor, e não Eu Sou O Mensageiro como Melhor Livro.

Foi nessa parte que eu soltei uma exclamação e me chutei por ter esquecido de um livro importantíssimo: Luna Clara & Apolo Onze, da Adriana Falcão. Incluí esse livro na lista imediatamente.

Então voltei para a peneira.

Resolvi excluir o Brisingr. Ainda não sei o porquê, exatamente, mas creio que, por ele ainda estar fresco na minha cabeça, isso tenha influenciado de alguma forma. E também porque, comparando com os seus oponentes, Brisingr era o mais fraco.

Então fiquei com A luneta, A Princesa, e Luna Clara.

Pensei n'A Princesa . É um livro muito bom mesmo, mas o problema é que vc teria antes que ler uma porrada de livro, já que A Princesa No Limite sozinho nao faria sentido algum. A série tem ao todo uns 7 ou 8 livros, já perdi a conta, e ainda tem mais vindo por aí. A Personagem Principal, a princesa Mia, é uma chata, burra, pessimista, que não vê o obvio e enche a cabeça de minhocas pela menor besteirinha do mundo. Mesmo assim eu adoro ela =) E ainda tem muitos outros personagens legais na série. Eu indico pra quem tiver paciência e não tiver vergonha ou preconceito de ler.

Riscado A Princesa da lista, fiquei com A Luneta e Luna Clara.

A Luneta enfrenta o mesmo problema que a princesa, é o terceiro livro da Trilogia Fronteiras Do Universo. O primeiro livro da série, A Bússola Dourada, é muito ruim, quase me fez desistir de ler o resto. A personagem principal é um cocozão enorme de chatice e a história desse volume é igualmente chata. Pulando para o segundo livro, A Faca Sutil, temos Will como principal. Uma doçura de menino, dediquei toda minha simpatia a ele, Desprezando totalmente Lyra, a fedelha do primeiro livro. No Terceiro Livro, A Luneta Âmbar, a história deixa as duas crianças como principais. Uma história FODA! Odiei e nao me conformei de jeito nenhum com o final da trilogia. Me deu muito o que pensar, a história toda. Mas pra você ver, a história do livro é tão boa que, mesmo com todos os defeitos que eu falei, A Luneta ganhou a medalha de prata.

Sim... Cheguei à conclusão de que o melhor livro que já li é Luna Clara & Apolo Onze.Porque esse é um livro completo.Em um único volume temos uma história bonita, bem contada, com personagens cativantes, choradeira, risada, emoção, romance da primeira até a última página, aventura e, no final, aquela enorma sensão de felicidade por ter lido um livro tão bom.
E o melhor: é um livro em que você pode admirar em qualquer idade. Seja o seu filho pra quem você está lendo ou o velhinho pra que você está lendo.

Eu prometi que ia falar um pouquinho de Brisingr. Então vamos lá!
O que torna Brisingr o melhor livro da série, e isso também se aplica à superioridade da Luneta perante a Faca, é porque esses dois livros são mais..... mais.... rechados. É. Essa é a palavra certa! Recheados.

Acontecem muito mais coisas que seriam normais para um unico livro de uma série. Assim.. não que nem Harry Potter em que todo livro é:
Harry tá nas casas dos tios, briga com os tios. Harry vai pra Hogwarts, acontece alguma aventura em Hogwarts, Harry vence mal, Harry volta pra casa dos tios.

Brisingr é diferente. Eu li o livro sem saber nadica de nada do que me aguardava. Sem saber os próximos passos de Eragon de Roran (personagem preferido *-*). No livro acontecem tantas aventuras separadas que parecem que li vários livros em um só. E fiquei surpresa por não ter encontrado o final da história no fim do livro. Quando eu vi "ué! cabô?!". Então eu percebi que Paolini lançaria mais um livro (O que não faz o menor sentido, já que é a TRILOGIA Da Herança!). Diz ele que fez assim porque se não o Brisingr ficaria muito enorme. Não que eu me importasse, quanto mais história melhor. Mas é meio desconfortável ler um livro muito grande, eu ainda nao achei uma posição ideal pra fazer isso mais confortável. =p é sério. Acabo com minha coluna! auhauhaah

Bom, é isso.
O prêmio de Melhor Livro vai para Luna Clara & Apolo Onze.
O Prêmio de Melhor Escritor vai para Markus Zusak.
E O Prêmio Honorário vai para Brisingr.

=D

obrigada a todos. =)

Que as estrelas iluminem seus caminhos o/

5 comentários:

vivi-chan disse...

garota! tu tem o dom das palavras! =D
esse post me deu MUITA vontade de ler! tanto quanto Slam Dunk me dá vontade de jogar basquete, ou ouvr Evanescence me dá vontade de ingerir antidepressivos!

uarévis...eu estranhei quando vi que Luna Clara não tava na lista, mas vc o recuperou a tempo! ^^
de alguma forma eu sabia que era seu livro preferido! devia ter apostado! ¬¬
tanto que quando vc fala sobre Chihiro, eu imagino algo meio parecido com Luna Clara, pq é totalmente a sua cara!

bem, agora que vc me deixou morrendo de vontade de ler, hj mesmo eu tomo vergonha na cara e começo Memórias de uma Gueixa! E quando eu acabar, me lembre de ler Alice! ¬¬

ah, quase esqueci!
boa sorte no blog!
e lebre-se de anotar a senha, e de escrever mais nele! *-*

;*

~vivi~

Victor disse...

Ler é legal ^^
Eu to lutando com o Código da Vinci aqui... a história é legal e mto interessante, mas o Dan Brown é pior q o André Vianco, ele detalha de mais e fala MUITO! Se ele poupasse nos advérbios o livro ficava com a metade das qse 500 páginas q tem, é sério...
Apesar disso já to na metade e qdo acabar vou ler Artemis Fowl! \o/

A tempo:
Post legal, me deu vontade de ler tb! E ñ siga meu exemplo, poste bastante no seu blog rsss

o/

Kuro disse...

foi surpreendentemente bem escrito esse post. desde a ortografia perfeita ao jogo de palavras bem entrelaçadas.

assim como a Vivi, eu tbm estranhei a Luna fora da lista, pq vc falava desse livro o tempo todo, mas passou xD

foi um ótimo post, e deu vontade de ler, mas como eu acabei de reler um livro muito cabeça (terminei tem pouco mais de 2 horas) vou deixar a cabeça aliviar.

;***

Dai disse...

Paula e um novo-velho blog. Legal, bem legal! Vc escreve bem. Até que enfim alguém me convenceu a ler essa triologia. Mas primeiro, eu vou terminar de ler um livro que tá me olhando há um tempinho...uahauhau

beijocontinuepostando
p.s: obrigada pelo comentário. :)

Mãe Re disse...

Minha nossa! Como fico feliz em ver que minha filha ama livros!
Obviamente devo ter tido uma participação especial nisso. rs rs
Esse Blog me remeteu à lembranças de quando levava Paula ao Shopping quando ela tinha seus 5 ou 6 anos. Imaginem só! Ela, ao invés de entrar numa loja de brinquedos (e eu até falava:- Filha, escolha seu brinquedo). Que nada, ela me puxava pela mão e me levava até a Livraria mais próxima. Eu delirava de tanta felicidade.
Presentes de Nata? Do Dia das Crianças? De Aniversário? Ela sempre me pediu: _ Mãe, quero um livro, você me dá?
Filha, quero que todos saibam que te "babo", te invejo por ter este gosto tão apurado de ler.
Ultimamente, peço a você indicações de leitura e de filmes.
Pra mim vc não existe! É minha heróina.
Curta a vida saboreando bons livros, pois sua mãezinha aqui só pode ter uma coleçãozinha chinfrim dividida com os quatro irmãos e seu avô, meu querido papai Walter, foi meu grande alfabetizador. Comprava o jornal de domingo e me pedia para ler para ele.
Obrigada por ser quem é, Paula! Te amo!